Mais lidas
Share

Com gol aos 46 do segundo tempo, Campinense avança de fase na Série D

O milagre aconteceu. O Campinense entrou em campo neste domingo precisando vencer o Atlético-PE e torcer por uma combinação de resultados, para avançar na Série D do Brasileiro. Em campo, a Raposa bateu o time pernambucano por 2 a 0 e terminou como um dos melhores segundos colocados.
Os gols do raposeiros foram marcados por Reinando Alagoano, ambos no segundo tempo. Com o resultado, o Campinense terminou com oito pontos, entrando como o 15º melhor segundo colocado, superando Desportiva e Inter de Lages.
Na fase de mata-mata, o time rubro-negro vai enfrentar o Juazeirense da Bahia. O primeiro  jogo acontece no Amigão, já no próximo domingo.
Foto: ASCOM/Campinense Clube
Fonte: ParaíbaOnline

Em 10 anos, o Campinense trocou de técnico 15 vezes




A mudança de técnico no futebol brasileiro é algo comum, não é a toa que os técnicos brasileiros querem regularizar sua profissão. Para se ter uma ideia, só na temporada 2017, 112 técnicos já foram demitidos, só na Paraíba foram 12.

Essas trocas ficaram bem evidentes no Campinense em 2017, chegamos na metade da temporada e o clube está no quarto técnico, quinto se contarmos o auxiliar(Dinho) que assumiu alguns jogos.

Os técnico do Campinense em 2017:

Paulo Foiani - contratado dia 12 de Outubro.
Iniciou a pré temporada dia 28 de novembro. Demitido dia 19 de Janeiro. Teve 1 mês e 22 dias de trabalho de campo.

Sergio China - contratado dia 20 de janeiro. Demitido dia 23 de março. Teve 2 meses e 3 dias de trabalho.


Ney da Matta - contratado dia 27 de março. Demitido dia 21 de abril. 25 dias de trabalho. 6 jogos. 18 dias de trabalho de campo.

Ailton Silva - contratado dia 7 de maio.

De 2007 à 2017: 15 trocas de técnico 

O Blog do Campinense fez um levantamento das trocas de comando que o Campinense sofreu nesse período. Foram 15 mudanças, destaques para as temporadas 2009, 2014 e 2017 onde o clube fez quatro trocas durante a temporada. Coincidência ou não, essas foram temporadas bem difíceis para o clube. 2009 acabou com o rebaixamento para a Série C, 2014 eliminação precoce na Série D e 2017 fracasso no estadual e situação delicada no brasileiro. Todos os técnicos do Campinense nesse período:

2007 - Suélio Lacerda
2008 - Freitas Nascimento
2009 - Freitas Nascimento; Ferdinando Teixeira; Argel Fucks; Freitas Nascimento
2010 - Freitas Nascimento; Suélio Lacerda;
2011 - Suélio Lacerda; Maurício Simões; Agnaldo Liz
2012 - Freitas Nascimento
2013 - Oliveira Canindé
2014 - Paulo Schardong; Leandro Machado; Freitas Nascimento; Francisco Diá
2015 - Francisco Diá
2016 - Francisco Diá; Paulo Moroni
2017 - Paulo Foiani; Sergio China; Ney da Matta; Ailton Silva.

Manutenção do trabalho parece ser o caminho para o sucesso

Se citamos que houve temporadas com várias trocas e os resultados não veio, mostraremos exemplos do contrário. Nas temporadas 2008, 2012, 2013, 2015 e 2016 o clube não trocou de treinador. 2008, por exemplo, mesmo perdendo o primeiro turno do estadual o clube manteve o treinador Freitas Nascimento, resultados na final da temporada: título paraibano e acesso histórico à Série B do Campeonato Brasileiro. Em 2012, também não houve mudanças, o mesmo Freitas levou o clube ao título estadual e garantiu vagas na Copa do Brasil e do Nordeste, essa última o clube iria conquistar em 2013, pelo Oliveira Canindé, único técnico da equipe naquela temporada. Em 2015 foi a vez da manutenção do Francisco Diá, o Campinense foi bicampeão do estado e finalista da Copa do Nordeste 2016.

Logo, conclui-se que a manutenção do trabalho é importante para atingir seus objetivos.

No espaço de pouco mais de 10 anos, coincidentemente o Campinense viveu seus piores momentos, até então, quando insistiu em sucessivas trocas (2009, 2014 e 2017).

Em um campo encharcado, Campinense perde e se complica na Série D

Foto: globoesporte.com/pb


Em um domingo chuvoso no interior sergipano, com o gramado do Etelvino Mendonça completamente encharcado, o Campinense perdeu por 1 a 0 para o Itabaiana e se complicou de vez na Série D do Brasileiro.
Paulinho Macaíba, aos 26 minutos do primeiro tempo, aproveitando escanteio, anotou o único gol da peleja para o time da casa, que já não aspirava mais chances de classificação.
A Raposa agora sai da zona de classificação do Grupo A8, já que o Atlético-PE venceu o Flu de Feira por 1 a 0 e subiu para a segunda colocação com 7 pontos. Com 5, o rubro negro caiu para o terceiro lugar. Na última rodada, no próximo domingo, o time enfrenta justamente o Atlético-PE, no estádio Amigão, em Campina Grande. O Rubro-Negro precisa vencer e torcer por alguns outros resultados em alguns grupos.

Fonte do texto: Voz da Torcida

Campinense anuncia a dispensa de 4 atletas; 2 novos jogadores foram anunciados

O Campinense está focado na reta final da primeira fase do Campeonato Brasileiro Série D, com isso em mente, foi feita uma pequena reformulação no elenco Rubro-Negro. Na tarde dessa quarta-feira(14), a diretoria anunciou que os seguintes atletas não fazem mais parte do clube: Paulo Paraíba(zagueiro), Alex Travassos(lateral-direito), Tiago Orobó(atacante) e Victor Carneiro(atacante).
Travassos, Orobó, Paulo Paraíba e Victor não fazem mais parte do time do Campinense.
Foto: PB Esportes

No domingo(10), o Campinense já tinha apresentado oficialmente o atacante Tarcísio, 23 anos, ex-Murici-AL. O atleta já foi regularizado.

No dia de ontem foi anunciada a contratação do lateral-direito Guilherme Lucena, 23 anos, ex-Náutico. Na manhã dessa quinta-feira(15), o atacante Muller Fernandes, 28 anos, um dos destaques do Botafogo-PB na temporada passada. O atacante já acompanhou o treinamento dessa quinta-feira no Estádio O Amigão.

Muller, Guilherme e Tarcísio são os novos atletas da Raposa.
Foto: Blog do Campinense

Pela Série D o Campinense volta a jogar nesse domingo(18) contra o Itabaiana, fora de casa. Essa é a penúltima rodada da primeira fase. Em caso de vitória, o Rubro-Negro praticamente garantirá sua classificação. O jogo acontece às 16h, no Estádio Etelvino Mendonça.

Com gritos de "time sem vergonha" Campinense empata com o Flu-BA

Campinense e Fluminense-BA fizeram uma partida bastante equilibrada mais uma vez pela Série D do Campeonato Brasileiro. Pela quarta rodada do Grupo A8, assim como na semana passada, o 0 a 0 foi o placar final do duelo entre as duas equipes. Melhor para os baianos, que seguem na ponta da tabela.
Foto: globoesporte.com/pb

Sem muito a oferecer com a bola rolando, apenas a bola parada era a arma do Campinense, já que quase ninguém tentava jogadas individuais, e coletivamente o time era muito previsível e facilmente neutralizado pelo adversário.
A primeira chegada com perigo no jogo veio aos 18 minutos. Alex Travassos cobrou escanteio pela direita e Rafael Jensen subiu mais que todo mundo para cabecear. Jair caiu no canto esquerdo para segurar a bola e evitar a abertura do placar.
Em nova bola parada, aos 40 minutos, Reinaldo Alagoano mandou a cobrança de falta no ângulo esquerdo do arqueiro baiano, que se esticou todo, fez uma grande defesa e salvou o Flu de Feira.
Depois do intervalo o Campinense se perdeu em campo. Se na primeira etapa o time não criava, mas era minimamente organizado, na segunda nem se defender a equipe conseguia. O tricolor baiano teve algumas oportunidades de sair em contra ataques e criar perigo para Glédson, mas também sofria com pouca criatividade.
O treinador Ailton Silva fez algumas alterações, mas os jogadores tinham um comportamento muito passivo em campo, aceitando as limitações, e a torcida cobrava uma entrega que não conseguia enxergar.
Somente aos 36 do segundo tempo o Campinense quase conseguiu fazer o gol. Maranhão invadiu a área pela direita, puxou para o pé esquerdo e tentou colocar a bola no ângulo direito, mas ela explodiu no travessão, para desespero da torcida raposeira.
Ao fim da partida, os jogadores deixaram o gramado sob o coro de “time sem vergonha”
O empate mantém a Raposa na segunda colocação do Grupo A8, agora com cinco pontos, três a menos que o Flu de Feira, que é o líder. Na próxima rodada o rubro negro paraibano visita o Itabaiana-SE pela quinta rodada.
Fonte: Voz da Torcida

Faça parte da equipe do Blog do Campinense




O Blog do Campinense está em busca de torcedores do Campinense que queiram fazer parte da nossa equipe. Precisamos de pessoas para postar no blog e também em nossa página no Facebook.

Requisitos: 

  1. Ser torcedor do Campinense Clube;
  2. Ter um bom português; 
  3. Ter um bom coração para trabalhar por amor ao clube <3
Os interessados devem entrar em contato pelos seguintes canais:

Email - contatoblogdocc@outlook.com
Página do Blog do Campinense: facebook.com/blogdocampinense

Venha fazer parte do maior canal de notícias do Campinense Clube!
O Blog do Campinense não tem qualquer vínculo com o site oficial do Campinense Clube.

Em postagens antigas, é possível haver erros de português e digitação. Pedimos desculpas, mas não tem como corrigir tantas postagens. Caso você perceba algum, por favor comente e corrigiremos o mais rápido possível.

Seja sócio da Raposa

Traduzido Por: Mais Template - Designed: Blogger Templates - Curioso Curiosidades